PROGNÓSTICOS LIGA NOS


LIGA NOS
21.04.2018 - 16:00
Paços de Ferreira - Belenenses
APOSTAR NESTE JOGO
21.04.2018 - 18:15
Feirense - Vitória SC
APOSTAR NESTE JOGO
21.04.2018 - 20:30
Estoril - SL Benfica
APOSTAR NESTE JOGO
22.04.2018 - 16:00
Chaves - Portimonense SC
APOSTAR NESTE JOGO
22.04.2018 - 16:00
Tondela - Desportivo Aves
APOSTAR NESTE JOGO
22.04.2018 - 18:00
Moreirense - Rio Ave
APOSTAR NESTE JOGO
22.04.2018 - 20:15
Sporting Portugal - Boavista
APOSTAR NESTE JOGO

LIGA NOS 2017/2018

A meio da temporada na Primeira Liga Portuguesa, a incerteza paira completamente quanto ao eventual sucessor do Tetracampeão, Sport Lisboa e Benfica. FC Porto e Sporting CP estão na frente do rival comum, o SC Braga pressiona as Águias e dificilmente irão perder o 4° lugar. No funda da tabela da Liga NOS, Vitória de Setúbal e Estoril estão muito aquém das espectativas. Os promovidos Portimonense e Aves fazem pela vida, e não baixam os braços. A temporada 20017/2018 está mais emocionante do que nunca!

31ª Jornada (20 - 23/04/2018)

EQUIPA 11X2EQUIPA 2
SC BRAGA
1
MARÍTIMO
PAÇOS FERREIRA
X
BELENENSES
FEIRENSE
2
GUIMARÃES
ESTORIL
2
SL BENFICA
TONDELA
1
AVES
GD CHAVES
1
PORTIMONENSE
MOREIRENSE
2
RIO AVE
SPORTING CP
1
BOAVISTA
FC PORTO
1
SETÚBAL

As equipas a seguir

A Águia quer ser Fénix

Sim, o Sport Lisboa e Benfica terminou a primeira volta no 3° lugar da Primeira Liga, e ficou afastado de todas as provas em que estava envolvido no arranque da temporada. Leu bem, de facto. Depois de um mercado de verão muito lucrativo, o reverso da medalha fez-se sentir. O emblema de Lisboa apresentou uma cara apática, sem ideia clara de jogo, e com pouca intensidade. No entanto, ao contrário do que se foi perspetivando, conseguiram ficar dentro da luta pelo título, a “apenas” 5 pontos de distância do líder FC Porto, e a 3 dos Sporting CP. Aliás, o encontro com o rival de leonino poderá ter constituído um ponto de viragem na temporada das Águias. Apesar do empate, o nível exibicional dos Encarnados foi bastante superior àquele apresentado até então e Rui Vitória aposta agora num 4-3-3 mais de acordo com aquilo que a equipa precisa, abdicando dos dois avançados e reforçando o meio campo. Algumas posições que ficaram órfãs dos seus titulares no verão - nomeadamente na zona defensiva - aprecem cada vez menos vazias. De facto, todos os jogadores vêm subindo drasticamente de rendimento, e com reforços do inverno, tudo se torna possível.

O Dragão terrorisa a Primeira Liga

Avassaladores, trituradores,... Muitos são os adjetivos que poderiam determinar este FC Porto, versão 2017/2018! A primeira parte do Campeonato Português foi dominado pelo clube portuense, que finalmente parece estar de regresso àquilo que sempre foi. Nas asas de Sérgio Conceição, os Dragões parecem ter saído do torpor em que haviam caído há cerca de meia década, sob domínio das Águias. Nunca se vira então uma equipa tão completa e determinada, com a garra característica do emblema do norte do país. Apenas 3 empates “mancharam” o balanço de uma equipa comprometida em todas as frentes, apostada em regressar ao títulos, depois de 2 anos em branco. Se a frente de ataque é demolidora, é porque a defensiva nunca treme, e o meio campo tem um equilíbrio próximo da perfeição. O avanço de 2 pontos para o Sporting é matematicamente curto, mas com uns azuis e brancos que nunca abrandaram, pode ser um avanço suficiente. Mas os Leões terão a sua chance na próxima luta corpo a corpo com os Dragões. Poderá o sopro do norte manter a frieza do leão à distância?

O Leão, finalmente?

Porque de facto, este Sporting CP aposta tudo nesta temporada, e tem mas do que razões legitimas para isso. A experiência e conhecimento de Jorge Jesus está à vista! O terceiro “Grande” de Portugal cresceu muito, com o seu futebol vistoso, futebolistas cerebrais, e acima de tudo um plantel base fantástico, reforçado ainda com grande qualidade no inverno. Olhando para o investimento total efetuada pela direção esta época, os verde e brancos estão com ideias de ficar por cima em todas as frentes. Apenas 1 empate a mais que o FC Porto explica a razão de os Leões não partilharem o trono com os Dragões a meio da época. Ainda presente em todas as frentes, a riqueza do seu plantel poderá fazer toda a diferença em relação aos rivais e em particular face ao emblema da Invicta. O foco de todos os elementos do Sporting está virada para uma conquista que deixou de ser há cerca de 16 anos. Mais do que nunca, os confrontos diretos em os Três Grandes vão ser determinantes nesta campanha 2017/2018 da Liga NOS.

Guerreiros do Minho, a quarta unidade

Finalmente, o Sporting Clube de Braga - que nos habituou a ser visto como o quarto “Grande” em Portugal - tem realizado uma temporada de encher o olho! Depois de um arranque mais complicado, os Arsenalistas recuperam e foram evoluindo ao ponto de terem deixando a ideia - à jornada 17 - de que o quarto lugar está desde já reservado. Se era de facto o que se esperava, a cavalgada dos Guerreiros do Minho não se esperaria tão rápida, sendo capaz de acompanhar de relativamente perto a luta travada pelos antecessores, e inclusivamente de pressionar o SL Benfica. Se António Salvador deu a Abel Ferreira, aquele que vê como o “melhor plantel da história do SC Braga” e manifestamente com razão, o técnico bracarense tem sabido geri-lo de forma espetacular. O avanço de 7 pontos sobre o magnífico Rio Ave pode revelar-se confortável para os Minhotos poderem encarar todas as provas com o máximo de compromisso, quando o calendário começar a apertar, nomeadamente a Liga Europa. Este SC Braga dá sempre um belo espetáculo!

Prognósticos: Disputarão a permanência

Supresas positivas...

Neste capítulo, as pequenas surpresas são várias. Os promovidos Portimonense e Desportivo da Aves estão a dar tudo para não voltarem à Segunda Liga tão cedo, e manifestamente, se conseguirem pedalar como na primeira metade, esse objetivo será cumprido no final do Campeonato. Se o Aves parece ter que acelerar um pouco mais, muito próximo da zona de despromoção, o Portimonense até se tem saído bem, embora com a permanência longe de estar garantida. E se os resultados de ambos os recém promovidos não são nada fora do comum, o que também lhes vale, é certos emblemas com tradição para mais estarem a decepcionar os seus adeptos.

A verdade é que explicar esse facto ao questionar entre saber quem surpreende pela positiva ou pela negativa, é um raciocínio pouco estéril esta temporada. Chaves e Boavista estão a protagonizar boas campanhas, na primeira metade da tabela classificativa. O Tondela por seu lado, que desde que subiu à Primeira Liga vinha fugindo à rasca à despromoção, também consegue proporcionar boa ilusão, no meio da tabela depois da primeira metade da temporada completada.

... graças a desilusões



Em sentido contrário, Vitória de Setúbal e Estoril tem sido uma constante desilusão. Com a dezena de pontos penosamente ultrapassada, os dois clubes prometiam pelo menos lutar por lugares tranquilos na tabela da Liga NOS. Irão ter que jogar o dobro para conseguirem escapar deste pesadelo, e o Vitória de Setúbal nomeadamente, pareciam ter plantel para lutar por muito mais do que a realidade nos mostra. O Moreirense também está metido nesta corrida contra a morte, com apenas 14 pontos a meio do percurso, em empate pontual com o Desportivo das Aves e com o Paços de Ferreira que completa as desilusões da primeira volta.

Do ponto de vista da nossa redação, Estoril e Moreirense é que correm mais riscos de descida, apesar do emblema sadino estar entre os dois. Como já foi referido, o Vitória de Setúbal tem combustível para mais, e se conseguir afinar a mira, as coisas devem voltar a um rumo mais apropriado. O Desportivo das Aves continua uma verdadeira incógnita, capaz de fazer ilusão a dados momentos, mas o seu desempenho pontual continua muito frágil. A partir da 18ª jornada, a Liga Portuguesa promete manter um suspense total, até à 34ª e última jornada desta apaixonante competição da Liga NOS!

VER: todas as odds para apostar na Liga NOS

As estatísticas da Liga NOS

1-1 e 0-1, estes dois placares que aparecem com mais frequência (registados em 12,5% e em 10,78% respetivamente) são característicos de um campeonato homogéneo e globalmente fechado. Muitas vezes, a diferença faz-se num detalhe ou até nem se faz, e as vitórias registadas – com exceção do Três Grandes – fazem-se raramente por mais de um golo de diferença. Nenhuma das últimas 3 edições tiveram metade dos seus jogos a gerarem mais de 2,5 golos, com um pico de penúria em 2013/2014, temporada em que a média famélica de 2,38 golos por jogo se verificou, e apenas 42% de jogos com direito a mais de 2,5 golos! Na temporada 2016/2017, 44% dos jogos conheceram mais de duas realizações atacantes. Prova que este campeonato é apertado e que cada ponto valor ouro. Pode por isso virar-se para apostas de -2,5 golos ou até -1,5 golos para os mais confiantes.

Este ano, com uma média de 2,38 golos por jogo, os goleadores não estiveram ao primeiro plano na Liga NOS. Dado que ganha mais força quando se sabe que apenas quatro jogadores da Primeira Liga superaram a barreira dos 15 golos na última temporada. Está prevenido, não é costume o Campeonato Português ser o mais prolífero, o aspeto tático estando cada vez mais presente, à imagem dos grandes treinadores que o país consegue exportar.



Outra estatística importante a considerar quando apostar na Liga Portuguesa: os golos fora de casa. No último ano, as defesas mostraram-se herméticas à pressão, visto que 65% dos jogos tiveram um golo por parte das equipas que evoluíram longe das suas terras e 29,7% dos duelos foram concluídos por uma vitória dos visistantes. Não hesite em optar por apostas sobre equipas visitantes, uma opção que pode beneficiar e muito aos seus ganhos, olhando para a média das odds propostas.

Isto tudo para dizer, que excepto em jogos que envolvem o trio da frente, é difícil encontrar resultados largos ou jogos com muitos golos na Liga NOS. Privilegie então encontros fechados, com o 0-0 ao intervalo, ou até vitórias sem sofrer golos caso se sinta inspirado. Dificilmente será perdedor a longo prazo!

VER: todos os jogos em directo da Liga NOS no Wincomparator


TABELA LIGA NOS
# Equipas PJ V E D GM GS PJ V E D GM GS PJ V E D GM GS Df Pts
1 Porto Porto 30 24 4 2 73 16 15 14 1 0 45 8 15 10 3 2 28 8 57 76
2 SL Benfica SL Benfica 30 23 5 2 75 18 15 13 1 1 44 6 15 10 4 1 31 12 57 74
3 Sporting Portugal Sporting Portugal 30 22 5 3 59 21 15 13 2 0 31 4 15 9 3 3 28 17 38 71
4 SC Braga SC Braga 30 22 2 6 70 27 15 13 0 2 34 9 15 9 2 4 36 18 43 68
5 Rio Ave Rio Ave 30 13 5 12 36 39 15 9 3 3 23 11 15 4 2 9 13 28 -3 44
6 Marítimo Marítimo 30 12 8 10 33 41 15 9 4 2 22 13 15 3 4 8 11 28 -8 44
7 Boavista Boavista 30 11 5 14 32 42 15 9 2 4 22 17 15 2 3 10 10 25 -10 38
8 Chaves Chaves 30 10 8 12 37 49 15 4 6 5 21 24 15 6 2 7 16 25 -12 38
9 Vitória SC Vitória SC 30 11 4 15 39 52 15 8 3 4 23 25 15 3 1 11 16 27 -13 37
10 Portimonense Portimonense 30 9 8 13 45 52 15 7 2 6 27 25 15 2 6 7 18 27 -7 35
11 Belenenses Belenenses 30 8 9 13 29 41 15 6 5 4 20 17 15 2 4 9 9 24 -12 33
12 Tondela Tondela 30 8 8 14 34 43 15 4 3 8 23 28 15 4 5 6 11 15 -9 32
13 Moreirense Moreirense 30 7 8 15 27 44 15 4 6 5 13 16 15 3 2 10 14 28 -17 29
14 Vitória FC Vitória FC 30 6 11 13 36 53 15 5 6 4 19 18 15 1 5 9 17 35 -17 29
15 Desportivo Aves Desportivo Aves 30 7 7 16 30 45 15 4 3 8 14 21 15 3 4 8 16 24 -15 28
16 Paços de Ferreira Paços de Ferreira 30 7 7 16 31 54 15 6 4 5 17 20 15 1 3 11 14 34 -23 28
17 Estoril Estoril 30 7 5 18 26 57 15 4 3 8 14 26 15 3 2 10 12 31 -31 26
18 Feirense Feirense 30 7 3 20 27 45 15 5 2 8 17 22 15 2 1 12 10 23 -18 24